Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

A Regra do Jogo, de Jean Renoir

Imagem
La Coninière. Ponto de encontro da alta sociedade francesa no filme “ A Regra do Jogo ” ( La Régle de Jeu , 1939), do diretor Jean Renoir. Entre os presentes estão André Jurieux (Roland Toutain), um aviador tido como herói da nação por ter atravessado o Atlântico. Ele está apaixonado por Christine (Nora Gregor), a esposa austríaca do dono do lugar, o nobre Robert de La Cheysniest (Marcel Dalio) que, por sua vez, convidou a amante Geneviève (Mila Parély) para passar o final de semana na casa de campo. Junta-se ao grupo, Octave (o próprio Jean Renoir, bem à vontade em seu papel), uma espécie de ‘alcoviteiro’ da turma. Em paralelo, Renoir nos mostra a vida dos serviçais, suas conversas a respeito da infidelidade dos patrões e convidados e as suas próprias escapadas e romances fortuitos. Encabeçam o time, Lisette (Paulette Dubost), a criada de Christine, seu marido, Shumacher (Gaston Modot), e o novo criado da casa de campo, Marceau (Julien Carette). Por conta das intrigas deste

O mundo de Almodóvar

Imagem
Pedro A L M O D Ó V A R Caballero nasceu no dia 24 de setembro de 1949. H oje, ele é o seu 'cumpleaños' e este post é a minha homenagem ao  homem saiu de La Mancha para ganhar Madrid, a Espanha, Hollywood e o Mundo. Que viva muito e continue a nos emocionar com os seus filmes coloridos e revolucionários!!! Em toda a sua filmografia, Almodóvar sempre colocou as mulheres num pedestal. Suas musas inspiradoras são muitas. CARMEN MAURA foi a primeira e a mais recente é  PENÉLOPE CRUZ (foto). Particularmente, adoro a BLANCA PORTILLO (também presente na foto acima). Entre os atores-fetiche, fica clara a importância de ANTÔNIO BANDERAS na vida do diretor e vive-versa. Foi através dos filmes de Almodóvar que Banderas conquistou o universo hollywoodiano.  O primeiro sucesso internacional de Almodóvar foi "MULHERES À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS" . O filme de 1988 é h ilário e coloridíssimo! Carmen Maura, Rossy de Palma e Banderas assumiram os papéis princi

Na Natureza Selvagem

Imagem
Divulgação “ Caminhando contra o vento, sem lenço, nem documento ...”. Se Christopher Johnson McCandless fosse brasileiro, esta seria a sua canção. Americano da Virginia Ocidental, Chris (interpretado por Emile Hirsch) é um jovem cheio de amargura pelos pais e que deseja viver uma vida repleta de aventuras e adrenalina. De preferência, próximo da vida natural e sem preocupações com dinheiro e bens materiais. Um certo dia, ele decide tomar um rumo diferente na sua vida. Abandona os estudos promissores em Havard e cai na estrada. O rapaz do Sul parte em viagem seguindo sempre rumo ao Norte. Seu destino: o Alasca. Dois anos se passam antes que ele atinja o seu objetivo. Pelo seu caminho, conhecidos viram amigos: o casal hippie, Jan e Rainey; o produtor de soja de Dakota do Sul; a cantora country de Slab City e o vovô Ron Franz, de Salton City. Todos lhe ensinam algo novo, que o faz refletir sobre a sua forma de ver e julgar a vida, especialmente, a sua delicada relação com os pa

As Virgens Suicidas

Imagem
Anos 70. 'Lá no Michigan'. A família Lisbon vive o seu dia-a-dia. O pai, um homem distraído, só enxerga cálculos à sua frente. A mãe, religiosa, dá uma educação rigorosa para as suas cinco garotas e as mantém longe dos olhares da vizinhança. As meninas, por sua vez, são belas e desejadas pelos rapazes do bairro, principalmente, por quatro deles, adolescentes que fantasiam um bocado a respeito de como seria a rotina delas. Cecília tinha 13 anos. Lux, 14. Bonnie, 15. Mary, 16. E Therese, 17 anos. A caçula foi a primeira a se suicidar. As outras não pensavam no assunto até o dia em que Lux (Kirsten Dunst) foi seduzida pelo bonitão do pedaço, Trip Fontaine (Josh Hartnett) e abandonada por ele. O caldo engrossou na casa dos Lisbon, que trancaram as filhas em casa, sem dar-lhes permissão para frequentar nem a escola ou a igreja. Um dia, elas se cansaram de tudo e, cada uma à sua maneira, deu um jeito de partir dessa para uma próxima. A cena mais bela de "As Virgens

Palazzo Margherita, um hotel com a grife 'Coppola'

Imagem
Hoje é sexta-feira e você decidiu que irá passar um fim de semana repleto de tranquilidade. De preferência, num hotel charmoso, confortável e com muito cinema à sua disposição. Francis Ford Coppola, a lenda por trás de 'O Poderoso Chefão', criou uma solução deliciosa (um pouquinho distante, convenhamos!) para realizar este desejo: o Palazzo Margherita , um hotel-conceito, localizada em Bernalda, que fica na bela província de Matera, sudeste da Itália. Foto: Disponível no site do hotel Ao chegar, os hóspedes têm nove opções de suites ultraconfortáveis para se acomodar. Meu lado cinéfilo-romântico quer acreditar que as mais procuradas sejam a de número 9 (acima, decorada no melhor estilo Francis F. Coppola) e a de número 4 (abaixo, com decoração sugerida por Sofia, a filha super-famosa do director). Foto: Disponível no site do hotel Para os drinques e os cafés 'nossos de cada dia', o espaço não podia ser mais adequado: o Cinecittà Bar. Veja a foto abaixo

Os Estagiários na 'Googlelândia'

Imagem
Deixa eu combinar com você: a ideia de ver dois quarentões desconectados do 'mundo virtual', seguindo para o Googleplex para fazer um estágio de trabalho era, para mim, no mínimo, curiosa. E, saber que os caras em questão, Billy McMahon e Nick Campbell, foram interpretados por Vince Vaughn e Owen Wilson, deixou a situação toda bem divertida. É dificil prender o riso ao ver Vaughn e Wilson com estes bonés!!! Na trama de ' Os Estagiários ' ( The Internship ), Billy e Nick são dois amigos de longa data, que trabalham juntos e são demitidos no mesmo dia. A empresa aonde atuavam como vendedores de relógios não conseguiu sobreviver aos tempos modernos - tempos estes em que até uma secretária de 76 anos usa o celular para ver as horas.    As famosas bicicletas do Googleplex. Procurando emprego pelo Google, Billy tem a ideia de procurar sua futura vaga no próprio Google. Ele acaba fazendo a sua inscrição -e a do amigo- para o programa de estágio da comp

Os Embalos de Sábado à Noite ... no Brooklyn

Imagem
Que atire a primeira pedra quem já ouviu a música ‘Staying Alive’, dos Bee Gees, e, automaticamente, não se lembrou da cena de Tony Manero, vestindo jaqueta e calça pretas de couro, uma justíssima camisa vermelha e um lustroso sapato de plataforma, caminhando de forma coreografada pelas ruas do Brooklyn, na cena inicial do filme ‘Os Embalos de Sábado à Noite’! É quase impossível não associar a cena acima de John Travolta, do alto dos seus 22 aninhos, dando vida ao sensual personagem, fã de Al Pacino, rei das pistas de danças e ícone de comportamento e de moda de toda uma geração. As músicas dos Bee Gees (‘Night Fever’, ‘More Than a Woman’ e ‘How Deep Is Your Love’, além da já citada acima) fizeram toda a diferença para transformar o filme no sucesso estrondoso em que ele se tornou. Robert Stigwood (dono da RSO Produções) acreditou tanto no potencial delas, que lançou a trilha sonora antes do filme - numa brilhante estratégia de marketing. Bom para o filme, melhor para os irmã