Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Um "Cisne Negro" na Nova York dos balés

Imagem
Em "Cisne Negro" ( Black Swan , 2011), Nina (Natalie Portman, soberba!) sai do metrô e caminha em direção ao Lincoln Center for the Performing Arts , considerado o principal centro de artes de New York. A jovem é uma dedicada bailarina de uma companhia de dança da cidade. Enquanto sonha em ocupar a posição de bailarina principal, ela treina, incansavelmente, para conseguir a perfeição em sua arte. A oportunidade chega quando o diretor da companhia, Thomas Leroy (interpretado pelo francês Vicent Cassel), decide colocar um rosto novo em substituição a Beth MacIntyre (Winona Ryder, brilhante nas poucas cenas em que aparece) para a interpretação da Rainha Cisne: uma combinação de Cisne Branco (meiga e inocente) e Cisne Negro (sedutora e maliciosa), numa adaptação do famoso “O Lago dos Cisnes”. Com certa dificuldade, Nina é escolhida para o papel da sua vida. Insegura e sentindo a pressão de encontrar o seu lado negro para tornar-se convincente e perfeita em todos

"Novo Cinema Argentino", por Christian Petermann

Imagem
Christian Petermann e alguns alunos do curso. Recentemente, participei do curso “ O Novo Cinema Argentino ”, ministrado pelo talentoso crítico de cinema, Christian Petermann , e realizado pela Casa do Saber , em São Paulo.  Antes do curso, eu já considerava o cinema do país vizinho muito interessante. Depois das aulas de Petermann, eu assisti outros filmes portenhos e passei a respeitar muito mais as ‘películas’ rodadas em Buenos Aires e em outras locações da Argentina. Minha relação com o cinema argentino começou com “Nove Rainhas” ( Nueve Reinas ), em 2001, durante um curso de espanhol. O filme do diretor Fabián Bielinsky nos apresenta à divertida história de dois picaretas, Marcos (Ricardo Darín) e Juan (Gastón Pauls), que planejam dar o golpe que deve mudar as suas vidas. Os malandros correm meia Buenos Aires em busca de uma coleção de selos falsificados (as Nove Rainhas) para vendê-los para um comprador supostamente ingênuo. O filme ganhou 7 Condor de Prata, consider

Soteropolitando pelos cenários de Jorge Amado

Imagem
Marcelo soteropolitando pelas obras do Mestre Amado. Você está em Salvador, quer conhecer cenários típicos do universo de Jorge Amado, mas não tem tempo para dar um pulinho em Ilhéus? Faça como Marcelo Castro e aproveite a visita à capital baiana para conhecer os points de duas importantes obras de ficção do mestre baiano: a Cidade Baixa de " Capitães da Areia ", e o Centro Histórico e a estátua de Castro Alves de " Quincas Berro D´Água ". Capitães da Areia Os "Capitães da Areia" são um bando de adolescentes que foram abandonados pelas famílias e vivem pelas ruas, especialmente, da Cidade Baixa, realizando furtos e correndo da polícia. Um dia, o líder do grupo, Pedro Bala, conhece  a garota Dora e a leva, junto com o irmão Fuinha, para viver com os outros meninos no Trapiche. Pedro passa a viver de apaziguar o fogo dos garotos pela menina e de tentar conviver com os próprios sentimentos. Quincas Berro D´Água

"On the Road", a Geração Beat Na Estrada Americana

Imagem
“ Estou com um outro romance na cabeça,  On the Road , no qual não paro de pensar, que falará sobre dois caras que viajam de carona até a Califórnia à procura de alguma coisa que, na verdade, não encontram, que se perdem no caminho e que retornam para o lugar de onde haviam partido, à procura de alguma outra coisa. ” (Jack Kerouac, 23/08/1948) Os 'caras' de Jack Kerouac c hegaram aos cinemas, com o filme "Na Estrada", dirigido por Walter Salles, a pedido do 'poderoso chefão', Francis Ford Coppola. Foto: divulgação Geração Beat A Geração Beat foi composta por jovens entre 17 e 20 e poucos anos que se recusavam a trabalhar e perambularam pelos Estados Unidos em busca de prazer e diversão no limite máximo.   O período dessa turma foi regado a jazz, sexo, drogas e vagabundagem, como dizia o próprio Jack Kerouac, nome máximo dessa geração e ícone da contracultura. Os outros ‘caras’ foram William S. Borroughs, Allen Ginsberg, Neal Cassady, Lucien Art