Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Imagem
  Estômago (2007) é um dos filmes mais bacanas do cinema nacional. Divertido, ele foi todo inspirado no livro 'Presos pelo Estômago', de Lusa Silvestre. Dirigido pelo curitibano Marcos Jorge, foi natural ver boa parte do centro da capital paranaense na tela. Gostei tanto do resultado que fiz de um passeio à Curitiba (PR), uma verdadeira busca pelas locações do filme. A história começa com a cena da chegada de Raimundo Nonato (João Miguel, formidável no papel!), um nordestino com habilidades culinárias, a um presídio de Curitiba (o Presídio do Ahu, locação que ficou fora da minha lista). Em seguida, cenas que mostram a vida do desafortunado rapaz convivendo com os colegas de cela são intercaladas com  flashbacks da razão dele estar naquela condição. Pouco a pouco, somos apresentados ao crime cometido pelo ‘simpático’ cozinheiro. No primeiro flashback , Nonato é visto descendo de um ônibus na rodoviária local de Curitiba. Dali, ele segue, sem rumo, pelas ruas e aveni

Viagem à Itália, de Roberto Rossellini

Imagem
Foto: divulgação “ Quero que vejam a varanda. Aquele é o Vesúvio . Desde a erupção de 1944 ele está inativo. Mas a temperatura está começando a subir. Atrás daquela primeira montanha fica Pompéia . Ali fica Castellamare , Torre Annunziata , Resina fica ali e ali fica Nápoles . Ali fica Ischia , a Ilha de Capri e aquela grande faixa é a Península de Sorrento .” ( Frase de Tony Burton (personagem de Antonny La Penna), ao apresentar a residência para o casal Joyce). Imagine poder morar numa mansão com vista para todos esses atrativos? O casal Katherine (Ingrid Bergman) e Alexander Joyce (George Sanders) teve esta grata oportunidade no filme " Viagem à Itália ", de Roberto Rossellini. A história gira em torno da dupla que, em crise conjugal, evita passar o tempo junto. Ela gasta seus dias conhecendo os museus de Nápoles (um tour e tanto!). Ele vai para a Ilha de Capri divertir-se com amigos (uma forma agradabilíssima de passar o tempo). Nos momentos finais, ambos visitam

Frida e o México

Imagem
O filme  Frida (2002) retrata a vida da pintora Frida Kahlo (1907 - 1954), uma mulher que sofreu muito com doenças (poliomielite sendo o seu principal martírio), acidentes (foi perfurada por um para-choque de um veículo) e com as crises matrimoniais com seu conjuge, Diego Rivera (um artista talentoso, mas que a traia constantemente, inclusive, tendo seis filhos com a irmã da própria pintora). Apesar de tudo, Frida deixou de legado uma quantidade considerável de telas, muitas classificadas como surrealistas, algo que ela refutava: Pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade. Salma Hayek e Alfredo Molina dão vida à Frida e Diego, no filme dirigido por Julie Taymor. As cenas externas foram realizadas em alguns lugares do México, como o Barrio del Alto, em Puebla e na cidade de San Luis Potosí. As cenas de interiores foram feitas nos Estúdios Churubusco Azteca, em México City. Se desejar saber mais sobre a pintora mexi

Os Descendentes (The Descendants)

Imagem
O segundo filme que escolhi ver - nessa minha fase "Alexander Payne" - foi Os Descendentes ( The Descendants, 2011). No seu início, Matt King (George Clooney realizando um sonho de trabalhar com o diretor de “Sideways – Entre umas e outras”) diz que seus amigos têm inveja por achar que ele vive no paraíso. King não discorda que o Havaí é um dos lugares mais lindos do mundo e um bom lugar para morar, mas deixa claro que quem está ali tem problemas iguais aos de todos os outros povos. Ele, por sinal, está passando por uma grande crise: sua mulher entrou em coma depois de um acidente com uma lancha, suas filhas adolescentes não o obedecem e ele descobre que foi traído pela esposa. Assim, tudo de uma pancada só! Co mo sabe que não foi um marido presente, King decide – com a ajuda da filha adolescente, Alex (Shailene Woodley, que está em cartaz com “A culpa é das estrelas”) – encontrar o amante da esposa e contar-lhe que ela está com os dias contados, logo, se ele a ama, d

As Confissões de Schmidt (About Schmidt)

Imagem
Divulgação Estou numa fase Alexander Payne! Primeiro, eu encantei-me com o trabalho dele em “Sideways – Entre umas e outras”, com Miles, Maya e companhia tomando muito vinho por cidades da Califórnia. Depois, fui fisgada pela história dele para o filme “Paris, Eu te amo”, aquela em que  uma americana comum passeia por Paris, descobrindo as ruas de Montparnasse. Como os dois filmes me afetaram intensamente, resolvi conhecer outros trabalhos de Payne (um diretor que parece entender perfeitamente o seu público). Minha primeira escolha foi “ As Confissões de Schmidt ”, de 2002, com Jack Nicholson interpretando Warren Schmidt, um profissional que se vê, contra a vontade, aposentado e sem nenhum objetivo claro para sua vida dali em diante. Não bastasse a falta de rumo, a esposa de Schmidt morre poucos dias depois dele perder seu trabalho. Disposto a fazer alguma diferença no mundo, o aposentado toma duas decisões: começa a ajudar um garotinho africano (para quem ele precisa escrever s

O Brasil ganhou 5 Copas. E o Oscar foi para ...

Imagem
Em dezenove campeonatos de Copa do Mundo, o Brasil participou de todos e conquistou cinco títulos como Campeão do Futebol. Nos mesmos anos, quais filmes teriam ganhado o prêmio máximo do cinema, o cobiçado Oscar? Vejamos. Em 1958 , quando o Brasil levantou a taça pela primeira vez, na Suécia, ganhando de 5 a 2 contra a dona da casa, o filme A Ponte do Rio Kwai já havia sido o grande vencedor do ano. Quatro anos depois, no Chile - terras bens mais próximas do Brasil – o gigante verde-amarelo conquistou o título de campeão pela segunda vez, numa disputa de 3x1 contra a Tchecoslováquia. Amor, Sublime Amor , com Nathalie Wood, foi considerado o melhor filme de 1962 . A terceira vitória brasileira foi conseguida em 1970 , no México, com o nosso time jogando contra a Itália e ganhando por 4x1. Perto dali, alguns meses antes, o espetacular Perdidos da Noite venceu o grande prêmio de melhor filme.   Com Romário, Bebeto e o herói, Taffarel, Brasil conquista, nos Est

Que estranho chamar-se Federico - Scola conta Fellini

Imagem
Divulgação Os apaixonados pelos filmes de Ettore Scola e Federico Fellini irão se encantar com esta homenagem de um amigo ao outro. O encontro dos mestres da direção se deu na redação do famoso jornal italiano, Marc´Aurelio, na década de 1950, e, a partir dali, eles nunca se separaram.  Esse filme de Scola, " Que Estranho Chamar-se Federico ", mostra cenas nostálgicas dos trabalhos de Fellini: as noitadas madrugada adentro, quando ambos davam carona a prostitutas, pintores, e quem surgisse de interessante pela frente, em busca de um pouco de conversa e ideias para seus trabalhos; as conversas nos cafés de Roma, onde colocavam o papo sobre roteiro, caricaturas e filmes em dia; a cena de Fellini, filmando "La Dolce Vita" para "Nós que nos amavamos tanto", de Scola e muito mais. Através do meu olhar de fã, encantei-me em ouvir um pouco de Nino Rota (sou apaixonada pela trilha de Amacord), tão associado aos trabalhos do 'Maestro' e deliciei-me c

O Museu do Futebol em São Paulo e no cinema

Imagem
 Foto: Bruno Mateus O primeiro jogo da Copa do Mundo será aqui em São Paulo. A maior metrópole brasileira é fascinante, especialmente, para quem adora cultura, cinema, teatro, parques e museus. Falando neles, eu tenho certeza de que um se destacará entre os torcedores que estiverem na cidade durante o período da festa: o Museu do Futebol . Localizado dentro do Estádio do Pacaembu, o espaço é um achado para quem ama uma boa partida de futebol, qualquer que seja a sua procedência. Dinâmico e antenado com a evolução do esporte, o Museu do Futebol é uma opção das boas tanto para adultos, como para crianças, para homens e para mulheres. Eu o visitei em 2012 e, neste final de semana, convidei meu sobrinho, Bruno, para ir conhecê-lo. Lá, foi muito agradável ver inúmeras famílias - incluindo até os avôs e avós acompanhando seus filhos e netos - passeando pelo espaço, o que deixou a nossa experiência muito mais interessante.   Para o final do tour estão reservados uma lojinha su