Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Viajando através da "Rota de Jesus"

Imagem
Nessa época natalina, um dos roteiros mais cotados do planeta é o que chamo de " Rota de Jesus ". Selecionei algumas cidades e locais mais importantes entre os citados na Bíblia, onde Cristo viveu ou esteve por ocasião dos seus discursos e milagres, para apresentar neste espaço. Belém : cidade do nascimento de Jesus. Outro cidadão famoso local é Davi, que ali nasceu e foi coroado rei de Israel. Na entrada da cidade, encontra-se o túmulo de Raquel, a amada mulher de Jacó. A cidade está localizada na parte central da Cisjordândia e possui, atualmente, cerca de 30.000 habitantes. Nazaré : local onde Jesus viveu com sua família. Hoje em dia, muitos dos seus 80.000 habitantes ainda faz questão de se vestir e de viver como se fazia há mais de 2.000 anos. Caná: próximo à Nazaré, a cidade do discípulo Natanael foi local do primeiro milagre de Cristo, quando ele  transformou água em vinho, durante uma festa de casamento. Para o Judaísmo, a união entre um homem e uma m

"O Evangelho..." segundo José Saramago

Imagem
É compreensível o motivo deste romance ter causado tanta polêmica no mundo e, especialmente, em Portugal: o livro é uma bomba! É um produto não recomendado para os que se consideram "católicos, apostólicos, romanos". Mais do que retratar a história da vida de Jesus de Nazaré de uma forma "humanizada", o livro apresenta uma versão do motivo que levou Deus enviar seu único filho à Terra para morrer por Ele. É aí, na minha opinião, que a coisa fica difícil para Saramago, fazendo com que o português dê adeus a terrinha e vá morar em território espanhol. José Saramago é um ateu que não entende como um Deus misericordioso permite que tanto sofrimento aconteça a humanidade. Esta foi a minha impressão sobre ele, quando assisti "José e Pilar", recentemente. Minhas observações pessoais sobre o livro: se a história tivesse acontecido tal qual nos é apresentada por Saramago... ... José foi um pobre coitado que morreu injustamente e carregando uma cul

"Ensaio sobre a cegueira"

Imagem
Imagine uma cidade inteira, ou um país, ou até todo o planeta com a sua população cega? Como seriam as regras de sobrevivência? Existiria sobrevivência? No filme de Fernando Meirelles , baseado na obra de José Saramago , podemos ver que sim, mas seria caótica. Na ânsia de garantir a sua própria existência, o ser humano se torna tão mesquinho quanto o é quando enxerga. Lembrei de uma frase que, dependendo do contexto e da necessidade, tudo se adequa. E é isso que, de certa forma, enxergamos no filme. Pessoas presas num hospital público, abandonadas a sua própria sorte, tentando salvar a própria pele e garantir mais um dia de vida. Para isso, cada qual faz o seu esforço, mesmo que isso signifique infrigir regras de cunho moral. Cegos replicam naquele espaço o que aprenderam no mundo "real": uso da força e das armas como forma de poder. O sentido da amizade feita em momentos assim e que aproxima estranhos como se fossem unidos por laços de sangue é muito expressivo. O livr

Eu e o "Trem noturno para Lisboa"

Imagem
Terminei a leitura de  "Trem noturno para Lisboa" . Uma experiência diferente de todas que um livro me proporcionou até então. Através da narrativa de Pascal Mercier, o verdadeiro "ourives das palavras", você tem a impressão de se aprofundar o mais intensamente possível na alma humana. O homem escreve reflexões duras sobre as escolhas que fazemos da vida, sobre a (in)capacidade de mudar o rumo dos acontecimentos, sobre a falta de comunicação entre pessoas que se amam e sobre como uma palavra, apenas uma delas, pode mudar o rumo de uma vida inteira. O autor nos faz, através de Raimund Gregorius, que toma o trem de Berna (foto) para Lisboa, mergulhar na mente e na vida de Amadeu de Prado . Ele faz mais: tenta nos apaixonar por Amadeu, por suas ideias, por sua rebeldia, por sua precocidade. Amadeu era um homem carismático, o tipo que é amado ou odiado, nunca ignorado. "Alguns de nós ficaram apaixonados por ele, por seu temperamento excessivo, pela s