"Logan" (Maratona 9 de 9)

Créditos: 20th Century Fox
Por Fran Mateus

"Ei, Clyde. Estamos em 2029. Por que ainda estamos falando de mutantes?". Essa pergunta é feita, ao telefone, por um passageiro do (agora) motorista de limousine, Logan (Hugh Jackman). "Porque eles são interessantes, amigo!" Seria a minha resposta, se eu pudesse dá-la.

Resumo:
Nesse filme, um desanimado Logan está cada dia fisicamente mais fraco e bebendo cada vez mais. O único motivo para ele não mirar uma bala de adamantium na própria cabeça é a necessidade de cuidar do nonagenário Charles Xavier (Patrick Stewart), responsabilidade que Logan desempenha como um filho dedicado. Por causa de um acidente em Westchester, eles vivem numa área abandonada, próxima da fronteira entre os Estados Unidos e o México; isso, até que Logan consiga comprar um barco solar e levar o Professor para viver no mar, um espaço considerado seguro para alguém com o dom dele, mas sem capacidade mais de controlá-lo (situação que o transforma numa arma de destruição em massa). 



A dupla de mutantes mais amada do cinema precisa dar uma pausa no plano do barco e voltar à ativa quando conhece Laura (Dafne Keen), uma garotinha com o mesmo tipo de mutação de Wolverine, que está sendo perseguida pelo exército do Dr. Rice (Richard E. Grant), cientista e criador de novos mutantes em laboratório. Para evitar que Laura seja capturada, Logan e Charles precisam levá-la até Dakota do Norte, na divisa com o Canadá, onde ela encontrará seus amigos, também mutantes, para, juntos, atravessarem a fronteira.

O roteiro de Logan (2017) foi muito bem escrito, com ação e emoção numa medida tão certa, que recebeu indicações a diversos prêmios ao redor do mundo, entre eles ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. Hugh Jackman está soberbo na interpretação do seu Logan amargo e realista, mas amigo e o cara de bom coração de sempre. Ele venceu, dentre outros, o prêmio de Melhor Ator, pela Empire Awards (Reino Unido). Patrick Stewart, com seu professor divertido e tocante, levou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, pela Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films (EUA). A pequena Dafne também foi premiada. E ela mereceu, pois é mesmo uma revelação! 

Foto: 20th Century Fox

Locações:
Logan é um road movie com locações em cidades e estradas do Novo México, Oklahoma e Luisiana. O seu lugar mais curioso é onde Logan e o mutante Caliban (Stephen Merchant) mantêm Charles escondido: uma espécie de tanque gigante à prova dos poderes do Professor, evitando que eles causem danos às demais pessoas. O exterior desse local foi construído num terreno, nos arredores de Northern Meadows, em Rio Rancho, Novo México. O seu interior, no Big Easy Studios, em Nova Orleans.

Foto: Ben Rothstein / 20th Century Fox

Outro lugar bacana (e que dá para ser visitado pelos fãs) é o Harrah Hotel & Casino, onde Logan leva Charles e Laura para descansarem por uma noite, trocarem de roupa e de carro. Na trama, o estabelecimento fica em Oklahoma City, mas o local das filmagens foi o hotel da mesma rede, situado na Canal Street, em New Orleans

Praticamente, todo o restante da história se passa na estrada. Confira as demais locações no site do imdb e no interessante post Filming Locations: Where was Logan filmed?

Foto: 20th Century Fox

O fim de uma Era 😢
Esse é um daqueles filmes que a gente já começa a assistir com um nó na garganta, de tanto que foi anunciado que ele marcaria o fim da Era de Logan/Jackman e Charles/Stewart. E o interessante é que, mesmo a gente sabendo disso e ciente de que tudo não passa de ficção, é impressionante a capacidade que essa história tem de nos emocionar e nos fazer sentir as dores dos personagens como se elas fossem verdadeiras. E, quando pensamos que os nossos corações já foram esmagados o suficiente, James Mangold fecha o seu filme com uma fala emocionante de Os Brutos Também Amam (Shane, 1953) e a música de Johnny Cash, que é a cara de Logan, The Man Comes Around. Sem dúvida, a mais bela homenagem feita a dois personagens tão marcantes, tanto para os fãs dos X-Men, como para os da Sétima Arte que apreciam uma história bem contada.

Foto: 20th Century Fox

Confesso que foi difícil rever Logan para essa maratona. Mas, acredito não teve um jeito mais bonito e emocionante de encerrar essa jornada cinematográfica pelo universo dos X-Men. Minha nota para ele, sem sombra de dúvidas, é 10! 💝 

Comentários

POSTS MAIS VISTOS

"Encontro de Casais" no paraíso chamado Tahiti

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh